Cidade Canção – Os primeiros anos da música maringaense

O projeto “Cidade Canção – Os primeiros anos da música maringaense”, contemplado pelo Prêmio Aniceto Matti de Incentivo à Cultura, iniciativa da Prefeitura Municipal de Maringá, por meio da Secretaria Municipal de Cultura – SEMUC, vai documentar em vídeo a história dos primeiros anos da música maringaense. As gravações começaram neste mês e seguem até setembro.

O recorte do filme, que compreende os anos de 1949 a 1979, foi escolhido porque nesse período surgiu uma identidade musical muito forte em Maringá. Como a cidade estava sendo colonizada, influências de várias regiões brasileiras marcaram a produção local, inspirando artistas que se apresentavam em bailes, nos clubes e nas rádios.

O objetivo do projeto é mostrar a importância dessa fase de efervescência cultural por meio de entrevistas com membros de bandas, cantoras/es, compositores e outras fontes que viveram na época. Notícias de jornais e documentos de acervos históricos também serão utilizados na pesquisa e montagem do filme. “A música é uma forma de expressão que marcou a história de Maringá, inclusive, até o nome da cidade é um exemplo dessa relação”, destaca Lincoln Copceski, coordenador do “Projeto Cidade Canção”.

Maria Madalena exibindo um dos LP’s do Lar Betânia. Além de ter sido protagonista nessa gravação, ela foi a primeira moradora do lar. Imagem: Lincoln Copceski.

O privilégio de ouvir as fontes que vivenciaram esse momento tão rico da música na cidade e registrar depoimentos e histórias em vídeo também foi mencionado por Lincoln. “Por meio do projeto, as próximas gerações poderão saber mais sobre as manifestações culturais e artísticas de Maringá. É uma oportunidade única, pois não há nada nesse sentido registrado em audiovisual. Além de documentar memórias do período, o filme vai explorar de forma sensível a passagem do tempo e a força da música no imaginário coletivo”, afirma o coordenador.

A exibição do documentário “Cidade Canção – Os primeiros anos da música maringaense” está prevista para novembro deste ano. O processo de produção e as pesquisas feitas para construir o filme serão compartilhados por meio da página no Facebook (/projetocidadecancao) e perfil Instagram (@cidadecancao).

 

A Cobogó Comunicação é responsável pela assessoria de Comunicação do Cidade Canção – Os primeiros anos da música maringaense.

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s